quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Ludodactylus

O epíteto específico deste pterossauro, "sibbicki", foi uma homenagem ao paleoartista John Sibbick.

Clique aqui para conferir a página sobre este pterossauro no site Pteros.

Pintura digital (Wacom Intuos + Photoshop).



sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Camarasaurus

Camarasaurus lentus, um dos saurópodes mais bem estudados graças aos inúmeros espécimes descobertos. A relativa abundância de seus fósseis também demonstra que este foi o saurópode mais comum de seu ambiente.

Modelo em porcelana fria/biscuit. Escala 1:28.










quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Thalassodromeus

A cena ilustra um Thalassodromeus sethi caçando um Mirischia asymmetrica.

Este pterossauro foi, de início, considerado um piscívoro que, para apanhar os peixes, sobrevoava o mar "cortando" a água com seu bico (daí seu nome, que significa "Corredor do Mar"), como faz a ave talha-mar; estudos posteriores concluíram, porém, que esta hipótese é implausível.

Na realidade, as proporções dos talassodromídeos são similares às dos azdarquídeos, os quais acredita-se terem caçado em terra firme, vasculhando o ambiente atrás de presas. Tais proporções, somadas a um grande crânio dotado de um poderoso bico, podem ser indicadores de que o Thalassodromeus era um predador de pequenos a médios animais terrestres.

Wacom Intuos + Photoshop